Perigótica vira sensação em São Paulo.



"Perigóticas" invadem a cena dark e fazem seu Carnaval sombrio

Morcegos me mordam: as periguetes do gótico existem. Todos os garotos de preto já viram as "perigóticas", muitos já se atracaram com uma. Todas meninas dark conhecem o comportamento delas, mas nenhuma aceita o rótulo.

Esta é mais uma aclimatação do país que colocou o punk de chinelo e misturou o heavy metal com umbanda. A gíria periguete (ou piriguete) surgiu na Bahia para definir as garotas de alta rotatividade nos blocos e micaretas. A expressão migrou para o funk carioca, e a figurinha fácil ganhou letra pouco elogiosa. E ela agora desembarcou no mundo sombrio.

Matéria completa aqui.
Fonte UOL
Postar um comentário